• Race Through New York Starring Jimmy Fallon está aberta no Universal Orlando Resort

Conheça o novo show de boas-vindas do parque Magic Kingdom – Let the Magic Begin
Fonte: Viajando para Orlando Let the Magic Begin é o show de boas-vindas realizado todas as manhãs no parque Magic
Read more.
A nova área temática Pandora – The World of Avatar será inagurada em 2017
Fonte: Viajando para Orlando Jennifer Fickley-Baker informou no dia 19 de novembro de 2016 no blog oficial da Disney que
Read more.
Conheça os eventos de Natal e Réveillon do complexo Universal Orlando Resort
Fonte: Viajando para Orlando As alegres tradições natalinas voltarão ao complexo, de 3 de dezembro a 1º de janeiro, com
Read more.
SeaWorld cria roupa de mergulho exclusiva para pinguim
Fonte: Viajando para Orlando Orlando, FL) 31 de outubro de 2016 – Quem visitar a atração Antarctica: Empire of the
Read more.
Conheça o novo espetáculo Jingle Bell, Jingle BAM do parque Disney’s Hollywood Studios
Fonte: Viajando para Orlando Um novo espetáculo que será apresentado no final do ano no parque Disney’s Hollywood Studios, trata-se
Read more.
O parque Magic Kingdom completou 45 anos no dia 1º. de outubro de 2016
O complexo Walt Disney World Resort e consequentemente o parque Magic Kingdom, inaugurado na mesma data, completou 45 anos no
Read more.

Considerações a respeito dos cartões pré-pagos

O objetivo deste artigo é trazer informações a respeito dos cartões pré-pagos como VTM, Mastercard Travel Card, dentre outros das mais diversas bandeiras.

Este produto está fazendo um grande sucesso por conta da alíquota do IOF para compras internacionais pagas com os cartões de crédito que é de 6,38%, uma vez que usando um cartão pré-pago a alíquota do imposto é de apenas 0,38% a mesma para a compra de papel moeda e travel check. Outro aspecto favorável dos cartões pré-pagos é a facilidade de levar apenas um cartão e não uma enorme quantidade de notas e cheques durante a viagem, o que significa teoricamente mais segurança e praticidade.

Contudo, antes de planejar a sua viagem, se optar por essa modalidade de cartão para o pagamento das suas despesas você deve estar atento para algumas informações importantes.

Primeiro: os cartões pré-pagos são vendidos pelos bancos, alguns pelas próprias operadoras e por casas de câmbio, então, antes de comprar você deve pesquisar bastante, ler atentamente as informações, verificar os valores cobrados para saques internacionais, limites com relação a saques e também quanto a utilização para compras, e outros detalhes de grande importância.

Segundo: para pagamento de reservas de hotéis e aluguel de carro, é bom frisar que os cartões pré-pagos são aceitos. No entanto, haverá um bloqueio que pode variar – conforme o estabelecimento – no saldo restante, posto que prestar-se-á como caução, sendo que muitas vezes tal valor demora até 30 (trinta) dias para ser liberado. Algumas operadoras ainda informam que todo o saldo remanescente poderá ser bloqueado como caução, o que vai impossibilitar o uso já que o valor ficará comprometido com tais reservas.

Dessa forma, mais indicado, quando da reserva de um hotel ou aluguel de um veículo é valer-se do cartão de crédito.

Terceiro, outra peculiaridade do cartão pré-pago a se destacar é a questão da segurança, pois nos Estados Unidos, ainda são raras as máquinas que aceitam cartões com “chip” para utilização com a respectiva senha, mas prevalece a utilização da tarjeta eletrônica e da assinatura.

Deste modo, em caso de perda, roubo, extravio do cartão é bom tratar de informar rapidamente a instituição que o emitiu para bloqueá-lo, pois, as lojas não tem por hábito solicitar documentos para a comprovação da identidade e as operadoras de cartões pré-pagos geralmente informam – por contrato – que até o aviso formal de perda ou roubo, o proprietário do cartão será responsável pelos gastos indevidos efetuados.

Já os cartões de crédito normalmente aceitam todas as contestações de débito relacionadas a roubo e extravio por conta dos seus seguros evitando assim maiores dores de cabeça para o seu utilizador, razão pela qual, com relação a segurança, eis outro ponto a favor dos cartões de crédito.

Quarto: outra questão que merece destaque é que o cartão pré-pago – quando utilizado no exterior – se presta como um cartão de crédito. Somente no Brasil é que realmente “funciona” como um cartão de débito, logo se você estiver nos Estados Unidos e uma loja estiver oferecendo desconto para o pagamento em espécie, o cartão pré-pago não se mostrará como uma boa alternativa, pois não lhe conferirá o nenhum desconto, já que ele é considerado, como já bem enfatizamos, um cartão de crédito.

Com base nessas informações fundamentais, se você optar por este tipo de cartão (pré-pago) por certo terá facilidade na sua utilização, bem como uma economia de 6% de IOF, mas vale também a pena considerar os apontamentos acima de forma que, a título de sugestão, eu, Greicy Pantoja, aconselho aos leitores a jamais viajarem com a totalidade dos seus recursos empregados num único cartão pré-pago.

Tempo de espera pelo visto americano pode diminuir

Dado o aumento de interesse dos brasileiro pela obtenção do visto americano, o Consulado dos EUA anunciou nos principais veículos de comunicação que abrirá de 03 a 05 postos de atendimento em São Paulo, para que os interessados possam tirar foto, recolher impresssões digitais e também sanar as dúvidas quanto ao preenchimento do formulário.

Estes postos serão instalados em shoppings e locais de fácil acesso e depois de implantados em São Paulo, o plano é ampliar estes postos para as outras cidades onde existam consulados e embaixadas, como Rio de Janeiro, Recife e Brasília.

Para saber maiores informações – acessem o site da Folha.com, neste link.

Aprenda “passo-a-passo” como utilizar o sistema de reserva online dos restaurantes do complexo Disney

Este artigo foi elaborado para ajudar os amigos do Viajando Para Orlando que gostariam de fazer uma reserva online de restaurante utilizando o site da Disney.

O sistema é bem legal e não é preciso ter grande conhecimento de inglês para entendê-lo. Acho que a primeira dica é montar um esboço de roteiro, assim você já saberá em que parque estará em determinada data e partir para as reservas. Algumas vezes queremos determinado restaurante em um dos parques da Disney, mas devemos ter em mente que ele poderá estar lotado para o dia que escolhemos.

Logo, é preciso estar preparado para fazer ajustes: 1 – trocar o tipo de refeição (café, almoço ou jantar) e tentar conseguir uma reserva; Se não conseguir mesmo assim: 2 – trocar a data da visita ao parque que se localiza o restaurante, e tentar novamente a reserva com esta nova data.

Se ainda assim não conseguir a reserva desejada, você pode voltar ao roteiro original e tentar encontrar outro restaurante no parque em que visitará aquele dia.

Para os restaurantes que não estão localizados nos parques, conseguir uma reserva sem atrapalhar o seu roteiro é bem mais fácil.

A partir do dia 27 de outubro de 2009 as reservas nos restaurantes da Disney podem ser feitas com até 180 (cento e oitenta dias) dias de antencedencia da data pretendida. Atualmente, o prazo é de 90 (noventa dias). Para datas especiais e determinados restaurantes, o quanto antes você fizer a sua reserva melhor.

Feitas estas considerações, vamos ao nosso passo a passo:

Primeiro: Entre no site oficial da Disney neste disneyworld.disney.go.com/restaurants, selecione no menu a esquerda se gostaria de um restaurante dentro dos parques, hotéis da Disney ou em outras localizações no menu a esquerda.

Segundo: Escolher o restaurante. Do lado direito da tela irá aparecer a relação de restaurantes, basta encontrar o que deseja e clicar em “Book a Reservation” – veja que esta opção não aparecerá em todos os restaurantes listados no site. Após clicar em “Book a Reservation”, você será direcionado para a página do restaurante escolhido.

Terceiro: Leia com atenção a descrição do restaurante, escolha a data em que gostaria de fazer a sua refeição, o horário e o número de pessoas do seu grupo (eles separam por adultos e crianças).

Logo abaixo do menu para a escolha da data há o “Date Range”, que se for selecionado permite ao sistema procurar horários disponíveis para o mesmo restaurante por mais 05 dias da data escolhida. O sistema também busca automaticamente uma hora antes e uma hora depois do horário escolhido, para que você possa conseguir fazer a sua reserva para o dia escolhido. Feito isto, clique no botão “Check Availability”.

Se não houver disponibilidade para a data e horário escolhido, o próprio site da Disney irá lhe apresentar opções de restaurantes como sugestão e que possuam disponibilidade para a data e horário que você escolheu.

Antes de escolher veja se não está escolhendo um restaurante dentro de um parque e antes de decidir por este, verifique como ficará o seu roteiro e faça os ajustes necessários.

Quarto: Definida a data, horário e o restaurante, basta ir ao final da página no site colocar o código apresentado e clicar em “Add to Card”.

Quinto: Você está quase terminando de fazer a sua reserva, agora é preciso conferir todos os dados da reserva (Horário, data, local), verificar a política de cada restaurante e suas regrinhas e se tiver qualquer restrição de dieta (para os restaurantes que disponibilizam) preencher o “Dietary Requests” – basta clicar no link e selecionar os alimentos que não pode consumir.

Após estes ajustes, basta clicar em “Update Reservation” Sexto: Momento de preencher os dados pessoais. Será preciso colocar o número de telefone do hotel onde você ficará hospedado, bem como em alguns restaurantes é preciso o número do seu cartão de crédito internacional, principalmente nos mais concorridos.

Preenchidos todos os dados, basta clicar em “Continue”.

Pronto! Sua reserva já está feita e agora basta aguardar a mensagem de confirmação que chegará no endereço de email fornecido a Disney. Não esqueça de imprimir este email e levá-lo junto com você na pasta de viagem, para mostrá-lo na recepção do restaurante.

Depois de terminada a reserva, você ainda poderá escolher o tipo de comemoração que estará fazendo na data da sua visita ao restaurante, pois a Disney irá ajudá-lo a celebrar esta data. Basta clicar no “What Will you celebrate?” e escolher o tipo de celebração que você gostaria de fazer durante a sua refeição, são diversas opções: Aniversário, Bodas, Primeira visita, Formatura, Noivado, Lua de Mel, Casamento, Conquista pessoal ou outro tipo de comemoração.

Primeiras compras em Orlando

A primeira loja que visitei quando chegamos em Orlando foi o Walmart Super Center, na John Young Parkway (veja as orelhinhas do Mickey no semáforo – foto ao lado), logo no dia da nossa chegada.

Eu estava cansada do vôo e das atividades ao longo do dia, mas tínhamos que abastecer a geladeira do hotel e comprar itens importantes como um talkabout e outras coisas que já estavam na minha listinha.

Quando me deparei com o tamanho daquele lugar não conseguia acreditar nos que os meus olhos viam, milhares e milhares de corredores e uma infinidade de itens que só de olhar eu ficava ao mesmo tempo empolgada e ainda mais cansada. Foi uma mistura de emoções espetacular, afinal quando estamos em Orlando tiramos forças não sei de onde para vencer o cansaço e aproveitar cada minutinho.

A parte de frutas e vegetais era bem variada e os preços nem tão absurdos assim, havia também uma quantidade grande de saladinhas prontas e fresquinhas, e também as tão famosas Michelinas, que são pratos prontos congelados, com uma enorme variedade em seu cardápio, muito gostosas, práticas para aqueles dias corridos depois dos parques, custam por volta de U$1,00.

Quando vi os pacotes de salgadinhos não também acreditava, as porções são enormes, lembrei-me na hora da minha irmã que adora salgadinhos, para manter a “dieta” troca fácil um almoço por um dos nossos pacotinhos de salgadinhos. Lá nos EUA, um pacote deles renderia a ela o almoço de quase uma semana.

Mudando um pouco de seção, quando entrei no corredor dos aspiradores de pó, pensei comigo que não era bom nem xeretar muito, pois se eu me encantasse por algum deles, como fazer para trazer na mala. Era cada aspirador um mais moderno que o outro, pareciam vassouras voadoras turbinadas e que ainda limpam a casa.

Neste mesmo dia, me deparei com os corredores de cosméticos, de um lado a Revlon e do outro a L´oreal, fora as outras marcas. O preço do gloss da Revlon que eu adoro, o Super Lustrous, quase caí para trás, paguei no Brasil R$55,00 e lá estava por volta de U$5,00.

Já passava da 01h:00min quando meio dormindo e meio acordada, em um dos corredores dos aparelhos para cozinha, vejo que só tem brasileiro neste corredor, por conta do sono, parecia que eu estava sonhando e nem sabia mais se eu estava realmente em Orlando ou no Brasil.

Durante os 20 dias de nossa viagem fomos diversas vezes ao Walmart e a cada dia era uma nova descoberta. Até uma luminária de lava bem grande acabei comprando, afinal por U$15,00 como eu poderia deixá-la por lá.

A parte de medicamentos, suplementos alimentares e artigos para saúde tanto do Walmart, quanto do Target, pode fazer uma pessoa demorar mais de 20 minutos para escolher uma simples caixinha de Band-aid, como foi o meu caso.

Cheguei a contar por cima o número de modelos, tamanhos e cores destes curativos e quando passei dos 30 resolvi parar de contar.

Praticamente 70% das coisinhas que eu procurava nas outras lojas, como um telefone Voip, acabava encontrando no Walmart.

Acredito que fiquei tão encantada com o Walmart por conta desta variedade enorme de produtos e marcas e porque a cada visita eu achava que já tinha encontrado de tudo, mas sempre me surpreendia com algum novo achado.

Logo mais vou falar do impacto no meu lado consumista ultra feminino causado pela primeira vez que me vi dentro da Sephora! Se o Walmart parecia o paraíso, não tenho palavras para descrever o deslumbramento de estar lá.

Esse artigo foi publicado na seção – Dicas da Gre – no site Viajando para Orlando.